PROJETOS

Agrofloresta

Os sistemas agroflorestais (SAF’s) são consórcios de culturas agrícolas com espécies arbóreas que podem ser utilizados para restaurar florestas e recuperar áreas degradadas. A tecnologia ameniza limitações do terreno, minimiza riscos de degradação inerentes à atividade agrícola e otimiza a produtividade a ser obtida. Há diminuição na perda de fertilidade do solo e no ataque de pragas. A utilização de árvores é fundamental para a recuperação das funções ecológicas, uma vez que possibilita o restabelecimento de boa parte das relações entre as plantas e os animais. Os componentes arbóreos são inseridos como estratégia para o combate da erosão e o aporte de matéria orgânica, restaurando a fertilidade do solo. Na fase inicial de recuperação, deve ser feito o plantio de árvores de rápido crescimento, para acelerar a disponibilidade de biomassa, o que irá promover a ciclagem de nutrientes e permitir o plantio de espécies mais exigentes. Há melhoria na estrutura e na atividade da fauna do solo e maior disponibilidade de nutrientes. É alcançado um equilíbrio biológico que promove o controle de pragas e doenças. Na mesma área, é possível estabelecer consórcios entre espécies de importância econômica, frutíferas e hortaliças. Podem ser introduzidas espécies de leguminosas para uso como adubo verde, as quais são roçadas, e espécies de leguminosas arbóreas, que, com a mesma finalidade, são podadas, visando à deposição de material orgânico sobre o solo. Além de contribuir para a conservação do meio ambiente, os benefícios dos sistemas agroflorestais despertam o interesse dos agricultores, pois, como estão aliados à produção de alimentos, permitem oferecer produtos agrícolas e florestais, incrementando a geração de renda das comunidades agrícolas.

Eco-construções​

A construção sustentável é uma forma de se construir casas e edifícios, harmonizando-os com o meio ambiente. Ela procura, durante toda sua produção e pós-construção, amenizar os impactos à natureza, reduzindo o máximo possível os resíduos e utilizando com eficiência os materiais e bens naturais, como água e energia. Além disso, é imprescindível a aplicação de materiais recicláveis e de menor impacto ambiental, como madeiras reflorestadas e tijolo de adobe, por exemplo.

FOSSA SEPTICA
casa eco

Capoeira

20151011-DSC-4060,medium_large.1444937422
StreetRoda_120807538[2]
x_94a73b31
Carambola ponte
Pinguim banan.
20151011-DSC-4370,medium_large.1444938666
20151011-DSC-4361,medium_large.1444938469
20151011-DSC-4425,medium_large.1444939029
20151011-DSC-4149,medium_large.1444937667
x_e6eb2f0d
x_14ff1004
x_6f525e82
x_7fc81f50
x_b12e71c9
x_6a5f7896
1[12]
StreetRoda_120807481[2]
x_6f072fd6
StreetRoda_120807401[2]
IMG_0327
00206[2]
A capoeira não é apenas uma arte marcial brasileira, ela faz parte da nossa história e em 2014 recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

 

Outro fato é que capoeira não se faz sozinho, por isso é imprescindível a participação dentro de um grupo. Seu ensino é baseado na oralidade, com os conhecimentos passados através da vivência e prática regular. Isso exige que o indivíduo se molde a um grupo e passe a conviver com as diferenças existentes neste núcleo de pessoas, num exercício de tolerância.

 

Outra vantagem da Capoeira é que não gera nenhuma frustração com relação à competição, pois o objetivo a ser alcançado é sempre o da autossuperação e não da superação sobre os demais companheiros.

A capoeira é a forma mais funcional de transmissão do português no mundo.

Dança e Cultura

batizado 2014 day 3 122
DSC_2508
batizado 2014 day 3 109
batizado 2014 day 3 091
batizado 2014 day 3 094
batizado 2014 day 3 075
batizado 2014 day 3 067

As danças constituem um importante componente cultural da humanidade. E no caso do Brasil, que possui uma cultura tão rica e diversificada, a gama de modalidades são enormes, e muito importantes para a cultura brasileira. O folclore brasileiro é rico em danças que representam as tradições e a cultura de uma determinada região. 

 

Estão ligadas aos aspectos religiosos, festas, lendas, fatos históricos, acontecimentos do cotidiano e brincadeiras. As danças folclóricas brasileiras caracterizam-se pelas músicas animadas (com letras simples e populares) e figurinos e cenários representativos. Estas danças são realizadas, geralmente, em espaços públicos: praças, ruas e largos.

 

As danças folclóricas são uma forma de desenvolver essa expressão artística com base em tradições e costumes de um povo. Elas podem ser executadas de várias formas com pares ou em grupos e a forma original de dançar e cantar permanece praticamente a mesma. Em diversos países, a dança folclórica é a expressão daquele povo.

 

No Brasil, as danças folclóricas sofreram influências das tradições dos estados, dos povos africanos e europeus. Dessa forma, dependendo do estado, as danças podem ser mais influenciadas pelos africanos, indígenas ou europeus.



 

 

Artesanato

image2
2017-07-10-PHOTO-00002087
IMG_0832
2017-07-10-PHOTO-00002094
image1-2
image2-2
image3-1
P8207748
image5
image1
IMG_0833
P8116780
image3
image2-1
P8086737
P8176800
P8176802
O desenho a pintura e o artesanato servem como um recurso terapêutico, pois ativam os canais sensoriais durante a prática da pintura. Com isso, ajuda a equilibrar as emoções e soltar a imaginação e pensamentos.

O artesanato pode e deve ser realizado para diminuir a poluição do meio ambiente com a confecção de objetos com materiais recicláveis.

 

A confecção de objetos com materiais recicláveis já é realizada em alguns países como o Brasil (um dos pioneiros neste tipo de atividade), Bolívia, Peru, Portugal, entre outros com menor índice da realização desse tipo de atividade. Essa atitude deveria servir de exemplo para os demais países, para que todos pudessem viver em um ambiente com menos poluição.

 

 

Nilo Peçanha- BA

info@fazenda-sauva.com

+55 (71) 99934-8893

© 2017-2020 Fazenda Saúva